Windows Live Messenger + Facebook

domingo, 30 de maio de 2010

Como Alcançar a Restituição?

1º Vencendo a Tentação de Adorar a Deus, ainda sendo escravo do Egito. (Êxodo 8:25)

2º Vencendo a Tentação de servir a Deus, ainda tendo livre acesso ao Egito. (Êxodo 8:28)

3º Vencendo a Tentação de sair do Egito, sem deixar nada para trás. (Êxodo 10: 8-11 e 24)

O que acontece quando alcançamos a Restituição?
Êxodo 12:31-36

1º O inimigo se rende incondicionalmente ao teu favor. (v.31)
2º O inimigo devolve o que roubou e reconhece suas fragilidades. (v.32)
3º O Próprio Deus dá em dobro tudo aquilo que te roubaram. (v.35-36)

A Bíblia nos revela que, a Restituição só se concretizou sobre o povo de Israel, quando eles optaram por vencer as propostas de Faraó. Tomando este fato como exemplo, a Restituição só irá se concretizar na sua vida, quando você também estiver disposto ou disposta, a trilhar pelo mesmo caminho, pois o mesmo Deus que abençoou os israelitas, está presente aqui nesta noite para ouvir o teu clamor.

sábado, 22 de maio de 2010

O batismo nas águas

O fato de Jesus ter estabelecido o batismo nas águas como uma ordenança fica claro na Grande Comissão, como registro por Mateus e Marcos (Mt 28:19;Mc 16:16). O próprio Jesus deixou um exemplo para a sua igreja, sujeitando-se a ser batizado pelo seu precursor, João Batista(Mt 3:13-17). Pedro repetiu este mandamento do batismo em seu sermão no Dia de Pentecostes(At 2:38,41). Através de todo o livro de Atos, os apóstolos observaram a ordenança, batisando seus convertidos:Atos 8:12;8:36-38;9:18;10:47,48;16:15;16:33;18:8;19:5,6;22:16. O sentido espiritual do batismo nas águas é ensinado nas epístolas (Rm6:3;1Co10:2;Gl3:27).

1 - O método do batismo nas águas é por imersão.

Isto pode ser visto no significado da palavra grega baptizo, que indica claramente imergir, além da admissão de eruditos cujas igrejas praticam a aspersão, e pela descriçao bíblica da maneira como Jesus foi batizado no rio Jordão.

2 - A fórmula para o batismo nas águas é claramente estabelecida na Grande Comissão como "em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo"

As declarações sobre ser batizado "em nome de Jesus" omitem a fórmula mais longa e enfatizam o batismo cristão como sendo distinto do batismo de joão.(Mt 28:19Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;).


Pastor Iloir Silva
pr.iloir@yahoo.com.br

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Lutar sempre, desistir jamais

“Lutar sempre,desistir jamais,pois há esperança para o meu futuro”

Em nosso cotidiano a vida passa tão depressa, que não paramos um minuto para sonharmos,pois deixamos de acreditar que o sonho pode se tornar uma realidade,simplesmente deixamos de lado tudo o que tínhamos sonhado por causa de tantas dificuldades, que nos sobreveio no decorrer da nossa vida e que não adianta mais insistir nestes sonhos pois não há mais nenhuma esperança e que jamais se tornarão realidade.A palavra sonho no hebraico quer dizer ( halam) ou seja o Senhor nós dá sinais ou Deus nos fala de coisa futuras .Para o povo de Israel, o sonho era demasiadamente importante e sagrado pois é a revelação divina para o homens era tão importante que faráo e o rei Nabucodonosor procurou homens sábios que pudessem interpretar os seus sonhos para saber qual era o significado dos sonhos para que a vontade dos deuses fosse cumpridos .No livro de Joel cap. 2.28 descreve que o velhos sonharão e os jovens terão visão,então a revelação de Deus era manifesta também desta forma e não somente por profecias ou pelos sacerdotes que era a ponte entre Deus e os homens.Mas gostaria de me prender um pouco no sonho como um projeto, no nosso dicionário encontramos um significado que julgo mui importante pois nos diz que sonho é desejar ardentemente ou almejar um futuro melhor.Pois bem é bem verdade que desde cedo aprendemos à sonhar pois quando crianças, que nunca imaginou e disse para os pais o que gostaria de ser, quando crescesse ,como um médico ou piloto de avião,bombeiro,dentista e outras coisas mais. E quando se tornamos jovens estes sonhos acabam se tornando coisas do passado pois não insistimos nestes sonhos porque agora julgamos que isso não é mais importante pois está distante de uma realidade que vivemos hoje.

Mas ao ler este pequeno verso no livro de Jeremias entendo que o Deus que servimos sempre tem pensamentos ou sejas sonhos para as nossas vidas antes mesmo que fossemos formados,o Senhor ele tem um futuro para nós pois na parte b do verso 11 ele afirma que a vontade dele é nós dá um futuro pois Ele é a nossa esperança.No livro de Jó cap.14.7 diz que há esperança para árvore cortada que ao cheiro das águas brotará.

Quantas das vezes nos sentimos como à árvore cortada, pois ninguém vê um futuro para as nossas vidas, os ventos estão sempre soprando ao contrário para nós ,tudo que colocamos para fazer não dá nada certo e por isto achamos que estamos só e deixamos os nossos sonhos se secarem como que já não existe esta tal esperança.

Que sonha entra em uma dimensão onde todas as coisas se tornam possíveis,quem nunca sonhou uma vez que se via voando como o supermam tendo super poderes e conseguindo salvar alguém do perigo,mas ao acordar se viu que era apenas um mero mortal sem poderes algum, mas que embora foi um sonho teve a sensação ao levantar que voou de verdade e que teve super poderes para lutar e vencer.

Pastor Iloir Silva
pr.iloir@yahoo.com.br

O Senhor merece as primícias

“Todo o melhor do azeite, e todo o melhor do mosto e do grão, as suas primícias que derem ao Senhor, as tenho dado a ti.”(Nm 18;12)”

No livro de 2 Reis cap.4 ;Vs 42-44 temos mais um exemplo do milagre da multiplicação, dessa vez vivenciado pelo profeta Eliseu.Eliseu foi considerado um homem de Deus estando ele em Gilgal viu que naquela terra havia fome, então um homem vindo de Baal-Salisa trouxe a Eliseu “pães das primícias, vinte pães de cevada espigas verdes”para que o profeta desse ao povo de comer.Na situação de Eliseu muitos dispensariam o homem, ou , esconderia os pães, pois era pouco alimento para muitas bocas.No entanto Eliseu não hesitou e em um ato de fé ordenou que os pães fossem distribuídos.

Milagrosamente os 20 “míseros” pães multiplicaram-se e todos comeram, fartaram-se havendo inclusive sobras, mas que matemática estranha é essa?A matemática da promessa de Deus, que desde Moisés fez aliança com o seu povo, de que se trouxessem as primícias ao altar do Senhor, nada faltaria à casa do ofertante, mas o que são as primícias?

As primícias como o nome já diz é aquilo que vem primeiro, a primeira parte de algo, no caso da vida de um cristão é a primeira parte de tudo aquilo que Deus nos permite conseguir.Não nos detenhamos somente na parte material, mas principalmente espiritual.

Aquele homem de Baal-Salisa ao ver a multidão , deve ter pensado que “não deveria ter feito aquilo”,mas movido pela fé e obediência ofereceu suas primícias a Deus e a seu povo. Na terra de Gilgal os filhos do profetas do Senhor fartaram-se e sobejaram-se , porque as primícias foram ofertadas.

Se você quer receber mais de Deus em sua vida ofereça de coração aberto e crente suas primícias,não olhe para a quantidade, ou, o valor, para Deus nada disso importa porque ele é o “dono do ouro e da prata”.Ofereça as primícias da sua vida ao Senhor, mesmo que seja “pouco” (aos olhos humanos), mas é o suficiente para o coração de Deus.Ofereça as primeiras horas do seu dia-a-dia, as primeiras conquistas, o primeiro fruto, o primeiro amor, ofereça a primeira parte de tudo aquilo que Deus te dá liberadamente.O Senhor merece as primícias e não o resto ou o que está “passando”.O Deus da vida em abundância quer te abençoar fartamente, ofereça as primícias do seu coração e receba a unção de multiplicação que vem do Senhor.

Pastor Iloir Silva
pr.iloir@yahoo.com.br

sexta-feira, 14 de maio de 2010

A Batalha Espiritual

A Batalha Espiritual

O cristão está no meio de uma grande batalha, e o ser humano é o alvo.

O homem é o alvo tanto de Deus quanto do diabo, por isso devemos nos posicionar, saber de que lado estamos, do lado do bem, "Deus", ou do lado do mal "satanás". Não existe meio termo, não podemos estar em cima do muro, não podemos ser neutros.

O cristão é o mais visado pelo inimigo, nosso adversário, por isso devemos nos vestir da armadura de Cristo, para resistir contra as ciladas do diabo e seus demônios.

Pegue suas armas, se revista com o Sangue de Cristo e combata o inimigo e suas hostes, no nome de JESUS CRISTO!

Definições em uma Batalha

GUERREIRO = AQUELE QUE É PRÓPRIO DA GUERRA, BELICOSO, AGUERRIDO, COMBATIVO, ARMIPOTENTE (MUITO PODEROSO EM ARMAS), INDIVÍDUO QUE GUERREIA, AQUELE QUE TEM ÂNIMO BELICOSO, AQUELE QUE TEM TOMADO PARTES EM GUERRA, PORTANDO-SE COM DENODO (OUSADIA, INTREPIDEZ, VALOR, CORAGEM, ÍMPETO, BRAVURA, DESTEMOR).

SOLDADO = INDIVÍDUO ALISTADO NAS FILEIRAS DO EXÉRCITO, AQUELE QUE LUTA POR UMA CAUSA, DEFENSOR.

BATALHA = ATO ESSENCIAL DA GUERRA: CONJUNTO DE COMBATES SIMULTÂNEOS OU SUCESSIVOS TRAVADOS PELAS DIVERSAS ARMAS, E EM QUE TOMA PARTE A TOTALIDADE OU A MAIORIA DAS FORÇAS QUE ATUAM NUM TEATRO DE OPERAÇÕES.

INIMIGO = HOSTIL, ADVERSO, CONTRÁRIO, PERTENCENTE A GRUPO, FACÇÃO OPOSTA, QUE PREJUDICA, OU CAUSA DANO, NOCIVO, AQUELE QUE ODEIA OU DETESTA ALGUÉM OU ALGO, COISA PREJUDICIAL, NOCIVA, DESTRUTIVA.

A Batalha Espiritual

O CRISTÃO NÃO PODE IGNORAR QUE ESTÁ EM UM CAMPO DE BATALHA, E ELE É O ALVO DO INIMIGO, POIS TEMOS QUE ENFRENTAR E LUTAR CONTRA:

1) CARNE.
OS INIMIGOS DO CRISTÃO: 2) MUNDO.
3) DIABO.

----------------------------------------------------------------------------------

(Efésios 6:10) - No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
(Efésios 6:11) - Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
(Efésios 6:12) - Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
(Efésios 6:13) - Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.
(Efésios 6:14) - Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;
(Efésios 6:15) - E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;
(Efésios 6:16) - Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.
(Efésios 6:17) - Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;
(Efésios 6:18) - Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos,

Pastor Iloir Silva
pr.iloir@yahoo.com.br

terça-feira, 11 de maio de 2010

Libertação Espiritual

Quem precisa ser Liberto?

Todos, seria a resposta mais correta, porque a Palavra de Deus diz em I João 1:8-10: “Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” E completa em I João 3:8-9 “ Quem comete o pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado, porque a sua semente permanece nele e não pode pecar porque é nascido de Deus”

Se partirmos do princípio de que todo homem à partir da queda original carrega a natureza adâmica, por isso é propenso ao mal, já seria o suficiente para dizer que ele necessita ser liberto, porque o pecado nos traz cativos ao diabo.

Existem três níveis de libertação:

Libertação do nosso espírito no momento em que nascemos de novo (só feita pelo Espírito Santo) – ver Efésios 2:1-3 e João 3:6
Libertação da alma – ver Hebreus 12;1 e I Coríntios 10:4-5
Libertação de enfermidade física – ver Lucas 13:10-17

“A cruz é o centro de tudo. Também nela, Cristo levou todas as maldições:“Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar, porque está escrito: ´Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro ”.(Gálatas 3:13). Se o texto em apreço está claro, quando diz que Cristo se fez maldição em nosso lugar, porque tratamos do tema: “quebra de maldições”? Para responder a esta pergunta, temos que considerar que há duas formas através das quais as pessoas concebem a cruz de Cristo.

. Um primeiro grupo tem uma visão imediatista: aceita que a obra de Cristo na cruz é plena e suficiente, e que, assim que o ímpio se entrega a Cristo, automaticamente passa a experimentar por completo toda a provisão do Calvário. Este grupo aceita que todo o conteúdo e todas as promessas da cruz são automaticamente imputados sobre o crente no momento da conversão.

. Um outro grupo tem a visão apropriativa (processual): Este grupo também aceita que toda a obra do Calvário é plena e suficiente, mas descrê sobre o fato de que o crente no momento em que aceitou a Cristo passe a experimentar concretamente toda provisão e promessas contidas na cruz. Crê que no momento da conversão o neoconverso passa a experimentar a provisão de Cristo na cruz, mas não de forma plena. O estudo da Palavra e a apropriação das promessas serão fundamentais no processo de experimentação da obra vicária de Cristo. Eu particularmente, tenho seguido a “visão apropriativa da cruz”. Os pecados da humanidade já foram levados para a cruz, mas o homem precisa apropriar-se disso (confessando) para ser perdoado. Nossas enfermidades já foram levadas na cruz, mas precisamos nos apropriar disso. Da mesma forma as maldições. Cristo já as levou na cruz e necessitamos nos apropriar disso. Essa tomada de posse é chamada por Derek Prince de “transitar do legal para o experimental”. O fato é que muitos crentes estão na mais completa ignorância quanto ao que Cristo fez por eles na cruz. Cristo levou seus pecados, mas vivem solapados pela culpa. Já levou suas enfermidades, e seus corpos estão sendo constantemente assediados por doenças diversas. No que tange à maldição, a mesma coisa. O profeta disse: Portanto, o meu povo será levado cativo, por falta de entendimento (Isaias 5:13). Prince diz ainda: “Se nós permanecermos ignorantes, será nosso o custo. Perderemos muito de toda a provisão que Deus nos oferece através do sacrifício da morte de Jesus na cruz”. A ignorância nos fará pagar um alto preço, já que Deus nos faz responsáveis por tudo aquilo que deixou escrito em sua Palavra. Quantas vezes o diabo tem nos impedido de enxergarmos as promessas de Deus para nós, e passamos a viver como miseráveis! O apóstolo Paulo escreveu: “Bendito o Deus Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo”.(Efésios 1:3). O texto está claro: Deus nos abençoou com todas as bênçãos. Fico a pensar se pelo menos uma boa parte dos crentes espalhados pelo mundo tem ao menos 50% dessas bênçãos. É bem provável que não. Mas, qual é o problema? O problema é que o apóstolo diz que as bênçãos estão nos lugares celestiais. É necessário que aprendamos meios eficazes dentro da Palavra de Deus, para transportarmos o que é nosso dos lugares celestiais para o mundo material. A confissão apropriativa é com certeza um das formas que Deus providenciou para isso, para experimentarmos em nossa vida os benefícios que foram alcançados para nós. O reformador francês, João Calvino, parece ter a mesma opinião quanto à necessidade da apropriação das promessas: “Já salientei que Cristo não deixou inacabada nenhuma parte da obra da nossa salvação; mas não devemos inferir disso que já possuímos todos os benefícios obtidos por ele para nós, pois... com verdade: “... em esperança, somos salvos “ (Rm 8:32), “ ainda não se manifestou o que haveremos de ser” (I João 3:2). Nesta vida atual desfrutamos de Cristo à medida em que o abracemos por meio das promessas.”

O Cristão e o Milho de Pipoca

"Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre."
Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.

Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos. Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também.

Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que esta sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras, a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.