Windows Live Messenger + Facebook

sábado, 15 de janeiro de 2011

Se quiserdes

Marcos 1.40-45

O VERDADEIRO ADORADOR NUNCA SAI DA PRESENÇA DE JESUS DO JEITO QUE CHEGOU.

Como é um verdadeiro adorador? Qual é a sua identidade, quais são as suas MARCAS?

1. O VERDADEIRO ADORADOR CRÊ EM JESUS DE TODO O SEU CORAÇÃO
Note que ele não perguntou se Jesus podia curá-lo.
Isso já estava resolvido em seu coração.
Ele sabia que Jesus podia curá-lo (ele só não sabia se Jesus queria curá-lo).

2. O VERDADEIRO ADORADOR É HUMILDE
Ele não chegou exigindo nada. Colocou-se na absoluta dependência da vontade de Jesus:
"Se quiseres, bem podes tornar-me limpo!"

3. O VERDADEIRO ADORADOR TOCA O CORAÇÃO DE DEUS
"Jesus, pois, compadecido dele, estendendo a mão, tocou-o e disse-lhe: Quero; sê limpo".

Muitas pessoas vão à igreja, mas, não cantam, não louvam, não adoram, não cultuam e, no fim, vão lá na frente pedir uma oração. Não é bem oração que eles estão buscando, estão atrás de uma espécie de "passe evangélico" que os ajude a ir para casa com a consciência menos pesada.

Antes de ser tocado por Deus, o verdadeiro adorador toca o coração de Deus, com sua vida, com suas atitudes, com sua humildade.

Ele não tenta comprar, enganar ou manipular Deus. Antes, aje como um filho amado que se coloca na presença do Pai, relata suas misérias e humildemente espera suas bençãos.

4. O VERDADEIRO ADORADOR NÃO CONSEGUE FICAR CALADO
Mesmo Jesus tendo-lhe instruido a não falar nada do milagre (pois, naquele momento do seu ministério, Jesus não queria este tipo de divulgação), ele não conseguiu se segurar.

É a reação que costumamos verificar nos novos convertidos, que não conseguem deixar de falar.

Jesus o mandou calar; mas, ele falou.
Hoje, Jesus nos manda falar; mas, muitos de nós nos calamos.

Ele não conseguia calar. Muitos não conseguem falar.

Conclusão:
Com sua fé, humildade e atitudes, este leproso saiu curado da presença de Jesus, pois, os verdadeiros adoradores nunca saem da presença de Jesus do jeito que chegaram. E jamais deixam de testemunhar suas maravilhas.

Deus seja louvado!

pr.iloir@yahoo.com.br

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Vigiai e orai

Mateus 26.41

Idéia Central do Sermão:

Se quisermos viver livres dos sofrimentos que o
pecado provoca, temos que vencer as tentações.

Mas, como, de que MANEIRAS, podemos vencer as tentações?

1. ACEITANDO O FATO DE QUE SOMOS FRACOS DIANTE DO PECADO
A carne é fraca. Não importa o quanto o nosso espírito está forte, a nossa carne é e sempre será fraca. A aceitação deste fato é essencial para vencermos as tentações, pois é exatamente
quando estamos nos sentindo fortes que baixamos a guarda e cometemos os maiores erros.

2. VIGIANDO
A partir do momento em que aceitamos a realidade da nossa fraqueza passamos a agir com mais prudência. É notório que quem está aprendendo a dirigir geralmente é mais cuidadoso do que aquele que já tem larga experiência no volante.

Vigie. Não dê lugar ao diabo. Estabeleça limites para você mesmo. Linhas de defesa. Alarmes de presença. Qualquer coisa, mas mantenha-se longe das situações de queda e de pecado.

Não pegue aquele caminho, não entre naquele lugar, não acesse aquele site, desvie o olhar, não compre aquela revista, deixe o cheque e cartão de crédito em casa, não "namore" aquele objeto, não deixe que a situação chegue àquele ponto, etc.

3. ORANDO
A tentação pode nos sobrevir com muita força, mesmo quando nos mantemos conscientes da nossa fraqueza e estamos vigiando.

Nesta hora, só nos resta orar e clamar que o Senhor nos livre do pecado. Isto faz parte da oração que Jesus nos ensinou em Mateus 6: "Não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal".

Livra-nos do mal, porque o mal é mal e nos faz mal.
Resisti ao diabo e ele fugirá de vós. Resisti à tentação e ela fugirá de vós.

CONCLUSÃO
Se quisermos vencer as tentações devemos aceitar a realidade da fraqueza humana, vigiar e orar

Deus seja louvado!

pr.iloir@yahoo.com.br

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O Deus das causas impossíveis

Êxodo 14

O NOSSO DEUS É O DEUS
DAS CAUSAS IMPOSSÍVEIS!

Este texto nos mostra o nosso Deus dando uma reviravolta numa causa perdida, agindo simultaneamente em 3 ÁREAS:

1. REPREENDENDO A INÉRCIA DO SEU POVO – vs 15.
Às vezes, o problema é tão grande que ficamos como que paralisados, sem ação, inertes. Neste momento, Deus nos dá um chacoalhão, um tratamento de choque, pois, sempre há uma parte da solução que cabe a nós, e a nossa parte Deus nunca faz.

A parte que cabia ao povo naquele momento era marchar:
- Diga ao povo que marche, disse Deus!
Para onde? Rumo à promessa, pela fé.
Mexa-se, povo de Deus! Saia da inércia!

2. ORIENTANDO E CAPACITANDO A LIDERANÇA – vs 16.
Vemos com freqüencia, em toda a Bíblia, Deus orientando e capacitando homens e mulheres para conduzir Seu povo à vitória.

O povo de Deus deve obediência e submissão aos seus líderes (Hebreus 13.17). Muitas vezes o crente deixa de ser abençoado por causa da sua rebeldia e de uma íntima decisão de desprezar os conselhos dos seus pastores.

É claro é preciso ser cauteloso, pois há muitos falsos líderes. Mas, graças à Deus, há também os líderes honestos e sinceros. Verdadeiros homens e mulheres de Deus, que estão consumindo suas vidas em favor das ovelhas. Afaste-se dos safados, mas submeta-se aos líderes que Deus verdadeiramente tem levantado, orientado e capacitado para te conduzir à vitória.

3. ABRINDO PORTAS E PROTEGENDO A RETAGUARDA – vs 17ss.
Pelo poder de Deus, o mar se abriu e os egípcios fizeram a loucura de entrar nele, pagando com a própria vida por isso. Quando Deus abre uma porta, não adianta o inimigo tentar entrar por ela também para nos ferir pelas costas, pois ela foi aberta para nós, e o próprio Deus se encarrega de proteger a nossa retaguarda, para que não sejamos vítimas de golpes traiçoeiros.

Entremos com confiança nas portas que o nosso Deus abre.

Conclusão:
Há uma causa difícil ou impossível em sua vida? Não há o que temer. Orientado por Deus através de Sua liderança, o povo de Deus tem apenas que sair da inércia e marchar pela fé os caminhos que Deus está abrindo à sua frente.

Deus seja louvado!

pr.iloir@yahoo.com.br

Tomando posse da benção

Josué 15.13-19

"TOMAR POSSE" DA BENÇÃO É UM PROCESSO
QUE PODE DURAR TODA UMA VIDA.

- E porque dizemos que é um processo (e não um ato, como alguns ensinam)? Por que o "tomar posse" é composto de diversas FASES:

1. COMEÇA COM UMA PROMESSA ESPECÍFICA DE DEUS
"... segundo lhe ordenara o Senhor" - vs 13 (ver Números 14.24).

Nem todas as promessas de Deus são para todos.
Muitas pessoas estão tentando tomar posse de bençãos que lhes não foram prometidas por Deus.

2. PASSA POR UM PERÍODO DE QUARENTENA
"... 45 anos há desde que o Senhor falou esta palavra" - Josué 14.10.

- Calebe estava pronto para entrar na promessa, mas seus conterrâneos, não! Por isso ele teve que andar com eles 40 anos no deserto, sem perder a paciência ou a fé.
Muitas vezes já estamos prontos para receber a benção, mas nossos familiares, não.

3. COMPLETA-SE SOMENTE APÓS MUITA LUTA E TRABALHO
3.1 - Calebe teve que expulsar os inimigos de sua posse
"... expulsou Calebe os três filhos de Anaque" - vs 14.
A terra era dele por promessa divina, mas ele teve que expulsar os gigantescos inimigos que lá moravam para efetivamente tomar posse da sua benção.
Quantos e quais inimigos temos que derrotar dentro de nossas casas antes de entrar na benção?

3.2 - Calebe teve a humildade de pedir ajuda
"... a quem derrotar Quiriate-Sefer e a tomar, darei minha filha Acsa por mulher" - vs 16.
Havia várias frentes de batalha e Calebe, apesar de sua valentia e disposição (Josué 14.11), sabia que não iria dar conta de todos estes problemas sozinho, por isso não titubeou em pedir ajuda.

3.3 - Calebe teve que trabalhar muito para transformar aquela terra árida num lar

Conclusão:
Afirmamos que o "tomar posse" da benção não é um ato isolado, mas um processo por que tem fases distintas:
- começa com uma promessa específica de Deus;
- passa por um período de quarentena;
- completa-se somente após muita luta e trabalho.

pr.iloir@yahoo.com.br

Deus entra com providência

II Reis 6.1-7

QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL,
DEUS ENTRA COM PROVIDÊNCIAS.

Com quais PROVIDÊNCIAS Deus entrou nesta história?

1. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL, ELE NOS FAZ VER QUE É PRECISO EXPANDIR - vs. 1.

O cristão e a igreja que estão buscando crescimento espiritual sentem que não devem nem podem se acomodar, pois o nosso espaço sempre será pequeno.
A Bíblia nos ensina em Isaías 54.2-3: "Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas. Porque transbordarás para a direita e para a esquerda".

2. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL, ELE DÁ A DIREÇÃO - v. 2.

Alguns cristãos pensam que hoje em dia Deus não mais dá a direção particular às igrejas ou aos cristãos; que Ele não mais nos diz o que deve ser feito.
Quantos não estão enganados achando que devem trilhar caminhos próprios sem depender exclusivamente de Deus. Tornam-se auto-suficientes profissionais e acabam se esquecendo o que a Bíblia diz em João 3.27 e Tiago 1.17 (por exemplo).

3. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO, ELE PREPARA UM INSTRUTOR - vs. 3.

Moisés instruiu Josué; Elias instruiu Eliseu; Paulo instruiu Timóteo; Jesus instruiu os discípulos.

4. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL, ELE NOS LEVA À DIMENSÃO DOS MILAGRES - v. 6.

Para o aprendiz de profeta que derrubou o ferro do machado na água, ali era o fim de seu ministério profético, entretanto, para Deus ali começava uma vida de milagre. O ponto final do homem é o ponto de partida de Deus.

CONCLUSÃO:
Se buscarmos crescimento espiritual, Deus mostrará que é preciso expandir (pois o espaço pequeno); Ele nos dará a direção do que deve ser feito e, se isso não bastasse, Ele nos preparará um instrutor e nos levará a uma vida onde milagres acontecem.

Aleluia. Deus seja louvado!

pr.iloir@yahoo.com.br